Leitura de um poema de “O Cio das Manhãs”

Eventuais interessados no meu livro de poemas “O Cio das Manhãs”, autografado e com portes grátis, podem contactar-me através do email agbmail(at)sapo.pt. Envio via CTT para Portugal. Preço de autor 8,00€. (Preço de capa 12,00€).

O livro também está à venda online, em edição em papel ou em ebook (Preço 12,00€ e 5,00€), respetivamente. Encontra-se (ou virá a estar) à venda no Brasil, edição em papel. (Preço R$32).

O Cio das Manhãs

A LER É QUE A GENTE SE OUVE

Um programa da Rádio Vareira (AV-FM, 98.7, Ovar). Uma hora a dar música, a falar de mim e dos meus livros, sem eu saber de nada. Mas também não era obrigatório saber. Sigam o link do podcast:
A LER É QUE A GENTE SE OUVE: ANTÓNIO GARCIA BARRETO

Leitura de uma página de A Malta da Rua dos Plátanos

Leitura de uma página do romance “A Malta da Rua dos Plátanos

Podem adquirir o livros nos locais habituais e também online:
* Bertrand; Wook; FNAC; Book Cover Editora; Ana Monteiro;

Fox Crime

Sou adepto das séries da Fox Crime. É quase só o que vejo em televisão. Por um lado, gosto de séries genericamente designadas por policiais (ou thrillers como preferem os americanos, englobando no termo séries de espionagem). De algumas dessas séries produzidas no Reino Unido ou na Austrália, destaco pelo excelente trabalho dos actores, sobretudo aquele que encarna a personagem principal, Endeavour (o Morse em jovem); George Gently, o inspector-chefe duro e impoluto; e agora o Comissário Maigret baseado na obra homónima de Georges Simenon. Quem viu os filmes de Mr. Bean (comédia com o nonsense britânico) interpretada pelo conhecido e reconhecido Rowan Atkinson, ficará surpreendido por ser ele o intérprete da personagem Maigret, nos antípodes de Mr. Bean. Só um actor de elevado talento conseguiria assumir aquele papel como Atkinson o faz. Li toda a série do Comissário Maigret publicada pela Bertrand décadas atrás. Ao assistir a este Maigret televisivo senti-me reconduzido ao ambiente e à personagem criada por Simenon. Os outros actores têm, também eles, uma elevada prestação profissional, num ambiente de época recriado com mérito.