É Perigoso…

A estória de um homem que foi à procura do seu passado e ficou sem futuro.

Quando Osvaldo Ventura abandonou o seu país, aos dezanove anos, nunca supôs que, quarenta anos depois, o seu passado o chamasse de volta para lhe revelar que a vida verdadeira não foi só a que viveu, mas a que deixou para trás na vila de onde era natural.

Já à venda em formato de papel ou. ebook. Astrolábio Edições

A Malta da Rua dos Plátanos

“Quicas cumpriu a sua palavra. Procurou novo emprego em Lisboa. Afeiçoara-se à cidade, ao seu movimento, à sua pequena grandeza, ao delírio das horas de burburinho, aos pregões, às personagens exóticas que calcorreavam o Chiado, aos anúncios luminosos, fontes de luz multicor a escorrer do alto dos prédios. Um mundo completamente estranho ao pulsar da Rua dos Plátanos, um coração gigante a bater no peito do país. Talvez fosse por esses pequenos encantos e desafios que a cidade o seduzia tanto. Comprou o jornal e leu as páginas com ofertas de trabalho de uma ponta a outra. Selecionou dois anúncios que o interessaram, pegou numa caneta e em papel e alinhavou as respostas como melhor lhe pareceu. Não era tarefa fácil, mas desenvencilhou-se.

“António Garcia Barreto in “A Malta da Rua dos Plátanos“, Book Cover Editora, Porto, 2019

O Cio das Manhãs

Amigos do BRASIL interessados no meu livro de poesia podem obtê-lo em muitas livrarias do país, a começar pela Livraria Martins Fontes, em São Paulo, na Av. Paulista. (R$32,00).

A Malta da Rua dos Plátanos

Eventuais interessados neste romance podem adquiri-lo na Wook, livraria online.
A “malta” são as crianças sem infância de uma época quase esquecida, decorrida entre o final da década de 40 e o 25 de Abril. Crianças, depois adolescentes e adultos, que do nada fizeram tudo, lutando e construindo o seu próprio futuro.