Os medíocres

Todo o comentador de salão aproveita a pandemia para, mais ou menos subrepticiamente, atacar o governo e o SNS, pondo defeitos em tudo. Algumas coisas não correm bem? Ou não correram? É possível. Queria, no entanto, ver esses comentadores de salão no lugar daqueles que têm de gerir a saúde pública, o governo e o Estado, e ainda acorrer a uma presidência da Comissão Europeia. É sabido que todo o medíocre fala, critica, mas não se chega à frente para ajudar. O que ele quer é derrubar. Neste momento, perante esta situação que vivemos, todos os partidos de esquerda, incluindo e liderando a luta, o PS, deviam usar os meios legais ao seu alcance para combater este estado de coisas. O problema é que já não existe militância partidária, ou está reduzida ao mínimo. A política transformou-se num meio de obter um cargo próximo da manjedoura pública, coisa em que nem sequer agora somos originais, pois sempre foi essa a nossa postura.