Um bómito, carago!

As redes sociais são um bómito, carago. Um gajo expulsa a canalha que não lhe interessa, mas ela rompe por baixo da porta e pumba!, retwita e partilha as suas azias futebolísticas, políticas, dores de corno, invejas e pequenas glórias. É de mais, cambada. Vou ali ler uma prosa.