Resiliência

Resiliência é uma palavra tão moderna na boca da burguesia supostamente esclarecida, tão bonita, tão intelectual, que me apetecia, sei lá… deitá-la para o lixo levando com ela os resilientes. É uma palavra que até amarga na boca, entre-choca com os dentes, obrigando-me a cuspi-la como um caroço inoportuno.

Não seria mais bonito superação, superar?

Resiliência tem a ver, sobretudo, com a resistência de materiais. É também uma palavra ligada ao meio académico, à psicologia, por exemplo. Fora desse contexto foi adotada pelos políticos para fingir que são versados em altas explosões de inteligência política, tendo alguma coisa de novo para oferecer ao cidadão votante. Porém, tudo neles é velho e, por vezes, até, apalhaçado. Há exemplos atuais.