A morte da ficção?

Já existem mais livros de cozinha à venda em Portugal do que livros de ficção. Interpretem como quiserem. O problema não é específico dos tugas, mas os outros países têm bases mais sólidas de vida e aguentam-se melhor ao desconcerto. Teatro, cinema, livros, música, arte: Quo vadis?