Micro estória

Dois amigos, um poeta e o outro bombeiro, reencontraram-se ao fim de algum tempo. Sentaram-se na esplanada de um café rememorando passados. Até que o poeta perguntou com um leve sorriso trocista:
— O que fazer quando tudo arde?
— Apagar o fogo — respondeu o bombeiro com uma certeza inabalável.

© António Garcia Barreto in “Estórias de bolso da lapela