O país sentado

Com a pandemia a manter-se no planalto e a não se prever o que ainda há pouco parecia uma certeza, o país parece que vai andar, mas não vai. Está sentado, como sempre à espera que o Estado resolva tudo, porque as pessoas não sabem tomar conta de si próprias nem dos seus.