Arregaçar as mangas

Preparar-se para fazer alguma coisa com empenho e determinação. Dispor-se a executar um serviço de imediato.

A origem da expressão parece (nestas coisas nunca se sabe ao certo, pois não há documentos) estar ligada a um comportamento antigo de operários e trabalhadores rurais. Como o seu trabalho era totalmente braçal e usavam roupas muito largas no corpo, tornava-se necessário arregaçarem as mangas para poderem trabalhar com liberdade de movimentos, sem que as mangas atrapalhassem ou pudessem interferir com o movimento de uma máquina. A expressão mantém atualidade, mas o seu sentido alargou-se. Hoje, num escritório, por exemplo, um responsável pode dizer ao seu pessoal:  “Vamos lá arregaçar as mangas e terminar a tarefa dentro do prazo”. É evidente que neste contexto o seu sentido não é literal, mas simbólico.