Xela Arias

XelaClaro, a vida é séria.

É por isso que morrer não conta.

Era uma garota
cúmplice numa derrota que não
adicionaste. Feliz por teres a insónia
por imortal.

Já temos cadáveres amigos
e conhecidos,
sabem da morte o legado inútil.

Xela Arias, do livro “Intempérione” (Xela Arias faleceu em 2003, aos 41 anos)