Maria Rosa Colaço

1Professora e escritora natural do Torrão, Alentejo, nasceu em 1935, tendo falecido em Lisboa em 2004. Escreveu romances, contos, novelas, teatro e e literatura para crianças. Os seus livros infantis estão tocados pelo conhecimento profundo do universo da crianças, deles sobressaindo uma enorme ternura, um sentimento de paz e algum fundo moral. O seu livro «A Criança e a Vida» colige textos escritos por crianças da escola primária, tendo até 2002 ultrapassado as três dezenas de edições, encontrando-se traduzido em francês e em catalão. Mas é com «O Espanta Pardais» que a sua obra para crianças toma rumo, afirmando Maria Rosa Colaço como um nome indispensável na literatura infantil portuguesa. Para além dos livros acima referidos escreveu ainda, entre outros, «Joaninha Avoa, Avoa», 1962, «Aventuras de João-Flor e Joana-Amor», 1985, «Maria Tonta Como Eu», 1983, «Pássaro Branco», imp. 1989, galardoado com o Prémio Alice Gomes. A Câmara Municipal de Almada instituiu um prémio literatura infantil a que deu o seu nome. Há no concelho de Almada a escola do ensino básico Maria Rosa Colaço.

[(Parte deste texto está incluído em António Garcia Barreto, «Dicionário de Literatura Infantil Portuguesa», Campo das Letras, Porto, 2002 (esgotado)]