Arturo Perez-Reverte

Eva, o mais recente livro de Arturo Perez-Reverte, é tão nostálgico quanto provocador. Numa conversa em Lisboa, diz que, ao contrário do que rezam algumas acusações que lhe foram feitas, este é um romance profundamente feminista, que a década de 30 foi a grande oportunidade perdida e que o Ocidente não tem salvação.

Uma entrevista a merecer uma leitura e uma reflexão. Sigam o link. Jornal Público.

Fonte: Arturo Perez-Reverte: “Acusam-me de ter escrito um romance machista” | Livro | PÚBLICO

Autor: António Garcia Barreto

Um tipo à procura de palavras para escrever frases que falem de coisas inúteis.