O nosso tempo

Mais Séneca e menos ansiolíticos*

“Vaidade sem controlo, obsessão pela segurança, aceleração tecnológica (…) O que dizer do renovado interesse editorial pelo estoicismo no mundo em que vivemos?”

Algumas frases retiradas do artigo:

1 – “Las sociedades modernas se encuentran dominadas por la rentabilidad tecnocrática del selfie, la autoindulgencia (todo nos lo merecemos, sobre todo si hay desembolso) y el capricho.”

2 – “Se trata de fabricar un ego frágil e injustificadamente vanidoso.”

* Interessante artigo de Juan Arnau, no El País. Seguir o link para ler todo o artigo (em castelhano). 

 

Autor: António Garcia Barreto

Um tipo à procura de palavras para escrever frases que falem de coisas inúteis.