Apotheke

Nas minhas viagens, uma das coisas que procuro e presto atenção é à arquitectura, de um ponto de vista histórico. Reparo nas diferenças assinaláveis entre construções e edifícios de vários países, que me permite ter uma ideia do modo de ser e de estar das suas populações. Em Tallin, na Estónia, existe a farmácia que dizem ser a mais antiga do mundo (600 anos, desde 1422. Há quem diga que em 1415 já funcionava). Continua a funcionar normalmente, mas expõe muito do passado.

https://c10.quickcachr.fotos.sapo.pt/i/B3101dd09/20945502_wOuvQ.jpeg,https://c10.quickcachr.fotos.sapo.pt/i/B2f130f2a/20945504_OlF7l.jpeg,https://c5.quickcachr.fotos.sapo.pt/i/Bbb04e79f/20945505_s4GVP.jpeg,https://c1.quickcachr.fotos.sapo.pt/i/Bee07dc13/20945506_cRji9.jpeg[/slideshow]

Conheço outra farmácia antiga, em Dubrovnil, na Croácia, a funcionar, embora não seja fácil lá entrar se não for para comprar medicamentos. Dizem que remonta a sua existência a 1317, integrada num mosteiro beneditino (portanto, anterior à de Tallinn), sobrevivente a vários terramotos e guerras, como foi a que dizimou a cidade neste último século.

Cruzeiro 285-cópia.jpg 

Existe ainda uma outra, que não conheço pessoalmente, situada junto ao Convento de Santa Maria Novella, em Florença, cuja existência remonta ao ano de 1381, iniciada pelos frades alquimistas dominicanos, que depois se expandiu dando origem a esta farmácia inaugurada em 1612. (Fotografia em baixo)

IMG_1386.jpg

 É preciso atenção a estas datas. Quem fala destas apothekes não refere sempre o mesmo ano de início de funcionamento. Uma coisa será o seu funcionamento dentro dos mosteiros, para servir os monges; outra data pode ser a de funcionamento ao público. A única de que tenho conhecimento como mais antiga, fora do espaço conventual, é a de Tallin, na Estónia.