Maltês

Em Cerromaior nasci.

 

Depois, quando as forças deram

para andar, desci ao largo.

Depois, tomei os caminhos

que havia e mais outros que

depois desses eu sabia.

 

E tanto já me afastei

dos caminhos que fizeram,

que de vós todos perdido

vou descobrindo esses outros

caminhos que só eu sei.

(…)

Manuel da Fonseca, “Antologia Poética”, Diabril, 1976