Passei toda a tarde

Passei toda a tarde

na companhia da solidão

com o seu rosnar de cão,

no outono

do fiorde.

 

O pior é que a solidão, 

como a Poesia,

não lambe as mãos do dono.

Morde.

 

José Gomes Ferreira in “Poesia VII”

(Quando o poeta exerceu funções consulares em Kristiansund, Noruega)